Seguidores

Capitulos

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Capítulo 18

Brigada pelos comentários meninas, é sempre importante saber o que vão achando de cada capítulo.

Chegaram a casa Vanessa levou mil e uma vezes na cabeça por se ter afastado, mas os amigos também lhe dera muitos mimos, apanharam cá um susto.

Vanessa: Até amanhã. – Disse se deitado, de costas para Zac.

Zac: Te até amanhã nada. – Ele a vira, para ele.

Vanessa: Eu já sei fui estúpida ao me ter afastado, assustei-vos não o devia ter feito, fui uma completa idiota. – As lágrimas começaram a cair e de deitada passou a estar assentada.

Zac: Sabes, como vidente, não vales nada. – Ela o olha. – Eu não ia dizer nada disso, só quero ter a certezas que estás bem.

Vanessa: Eu estou bem.

Zac: Sabes quando dizer dessa maneira, com essa voz, quer dizer que não estás nada bem.

Vanessa: Ele ia me matar… - Ela levantou os joelhos onde encostou a sua cara molhada de lágrimas. – Ele ia me magoar.

Zac: Sim ia, e a culpa, era minha. – Ela tira a cara dos joelhos e o abraça.

Vanessa: Não digas isso, já quando aconteceu o assalto em tua casa, também te culpaste, mas a culpa não foi tua, pelo contrário, tu salvaste me pela segunda vez. – Ela levanta a cabeça do peito dele e o olha. – Eu amo te, e perdoa me ter me afastado.

Zac: Está tudo bem, não á problema dês de que estejas bem. – Ele lhe beija a testa. – Estás bem? – Lhe voltou a perguntar, para que ela agora fosse sincera.

Vanessa: Estou muito assustada, isto fez me lembra o que aconteceu naquela casa, alguns meses atrás, com aqueles homens. – Ela volta a encostar a sua cabeça no peito dele.

Zac: Precisas de alguma coisa, posso fazer algo para esse medo não ser tão grande?

Vanessa: Preciso, preciso que me abraces, e não me deixes sozinha, eu ao teu lado sinto me segura, por isso não te afastes não me deixes. – Ela falava enquanto o apertava.

Zac: Eu não deixo, vou estar aqui, agarrado a ti, não tenhas medo. – Eles deitaram os corpos totalmente sobre a cama. – Agora dorme, descansa.

Ela fecha os olhos, aninhado se nos braços de Zac, que naquele momento eram os mais seguros. Eram quatro da manhã, quando ela finalmente dormiu, já Zac continuava de olhos bem abertos, olhos que estavam pousados nela.

Zac: Desculpa me… - Ele sussurrava. – Desculpa me por ter falhado duas vezes, eu devia ter tido mais cuidado contigo. – Ele ajunta mais aos seus braços e acaba por também adormecer.

8 Julho 2011, seis horas da manhã no aeroporto de Califórnia.

Gina: Filha. – Lhe saltou a cima assim que eles saíram do avião.

Vanessa: Mãe, está tudo bem.

Greg: Ainda nem acredito que te tentaram magoar.

Vanessa: Á doidos para tudo.

Greg: O que importa é que agora estás bem, e em casa.

Vanessa: Sim, mas isso tudo graças ao Zac. – Greg olha atentamente para Greg e o abraça.

Greg: Obrigado rapaz, salvaste a minha filha.

Zac: Como namorado, é o meu dever. – Ele abraça Vanessa.

Greg: Vamos para casa… algum de vocês precisa de boleia?

Ryan: Não, temos carro, mas obrigado.

Vanessa: Pai, á uma coisa, eu não vou com vocês para casa, eu vou para casa do Zac.

***********

Vanessa disse isto como uma afirmação, e não pedido, vamos ver o que seu pai acha disso.



3 comentários:

  1. Cap muito lindoo
    posta logo please
    Kisss

    ResponderEliminar
  2. Xii também quero ver o que o Greg vai achar disso!
    Amei o cap!
    E concordo com a Vane o Zac não pode ficar se culpando dessa maneira!
    Amei amei amei
    Posta logo
    Bjos amorê

    ResponderEliminar